>>>Como utilizar a realidade virtual na educação corporativa

Como utilizar a realidade virtual na educação corporativa

A utilização da realidade virtual na educação corporativa já está acontecendo, e tem trazido resultados positivos para as empresas.

Com ela, o processo de treinamento e o desenvolvimento pode ocorrer de forma mais rápida e natural.

A realidade virtual consiste em uma tecnologia que simula o ambiente real, por meio de um ambiente fictício.

Hoje, a maior parte das experiências desse tipo é realizada com o uso de displays estereoscópicos, como headsets e óculos.

Com eles, o usuário recebe estímulos visuais, sonoros e táteis, simulados por um sistema digital.

E são exatamente esses estímulos que fazem da realidade virtual uma experiência imersiva, contribuindo para o engajamento e aprendizagem.

Quais as aplicações da realidade virtual na educação corporativa?

A realidade virtual na educação corporativa possui as mais diversas aplicações.

Treinamentos técnicos

Há treinamentos que são mais arriscados e, portanto, mais seguros em um ambiente simulado.

Um treinamento de segurança do trabalho, ou de pilotagem de avião, seriam bons exemplos disso.

Alguns outros exemplos de treinamentos que podem ser realizados com a realidade virtual são, por exemplo, os de processos de produção, operação de máquinas e cursos técnicos especializados.

Uma boa opção é utilizar a gamificação nos treinamentos, inserindo pequenos jogos em que o usuário deve atingir determinados objetivos para passar para as próximas fases.

Em geral, os treinamentos operacionais com a utilização de realidade virtual são menos custosos do que aqueles em ambiente real.

E muito mais interessantes que tutoriais ou aulas com PowerPoints!

Simulando atitudes éticas

As áreas de Compliance, por exemplo, têm utilizado gamificação como ferramenta para simular comportamentos e ações.

Esse exercício ajuda os colaboradores a treinar as atitudes que são esperadas deles em suas rotinas de trabalho.

Em atividades como essa, o usuário pode, por exemplo, ser colocado em situações que não são corriqueiras, mas de grande responsabilidade.

Dessa forma, têm a oportunidade de se preparar para tomar as melhores decisões.

A chance de interagir com as questões, avaliando e definindo possíveis caminhos, é um das melhores oportunidades que um treinamento com realidade virtual pode trazer.

Desenvolvimento de habilidades comportamentais

Sim, utilizar a realidade virtual para promover o desenvolvimento de habilidades comportamentais é um grande trunfo!

Uma boa opção é criar jogos em que as melhores atitudes são recompensadas.

Além de maior engajamento, jogos ajudam a estimular uma competição saudável entre os colaboradores.

Também é possível usar a realidade virtual para desenvolver a empatia.

Assumir o papel de outra pessoa, seja um colega, superior, subordinado, ou mesmo um cliente com dúvidas frequentes pode ser uma forma de aprendizagem excelente.

Tours virtuais do local de trabalho

Outra aplicação possível da realidade virtual na educação corporativa são os tours virtuais. Com eles, é possível entrar virtualmente em qualquer local.

Em geral, esse recurso é utilizado para apresentar a empresa para novos colaboradores, visitantes ou investidores. É possível utilizar legendas, demonstrando o que acontece em cada ambiente, além de simular interações difíceis de acontecer no mundo real.

O que torna o tour virtual uma boa forma de educação corporativa não é apenas a demonstração dos locais, mas, sobretudo, a oportunidade de aprendizado sobre os processos, procedimentos e valores praticados pela empresa.

Assim, você pode transformar o tour virtual em uma espécie de apresentação institucional imersiva, mostrando como a empresa funciona na prática.

As vantagens da realidade virtual na educação corporativa

Há diversas vantagens de utilizar a realidade virtual na educação corporativa.

É uma ferramenta que facilita o aprendizado permitindo ao usuário ter a vivência daquilo que precisa aprender.

Além disso, por ser uma tecnologia nova, desperta maior curiosidade, engajamento e interesse entre os colaboradores.

A realidade virtual exige do usuário uma postura ativa, já que muitas vezes ele deve interagir, movimentando-se e tomando decisões.

Por terem maior interação e engajamento com as atividades, os colaboradores tendem também a assimilar melhor as informações transmitidas.

Essa experiência, além de marcante, é muito agradável, contribuindo também para a impressão e imagem que os colaboradores têm sobre a empresa.

Gostou desse conteúdo e quer saber mais sobre Treinamento e Desenvolvimento corporativo? Entre em contato com a gente! Teremos o maior prazer em estudar com você qual a melhor solução para a sua necessidade.

2019-01-17T11:32:26+00:00janeiro 17th, 2019|Sem categoria|0 Comentários

Deixar Um Comentário