>>>Reter colaboradores é a melhor solução para crises internas e externas

Reter colaboradores é a melhor solução para crises internas e externas

Uma parte importante do sucesso de qualquer empresa depende do próprio capital humano. Logo, criar programas para reter colaboradores é essencial para o aumento da qualidade de um time.

Produtos e serviços de diferentes marcas, de certa forma, podem alcançar o mesmo patamar de qualidade. Mas uma equipe com talento, qualificação e motivação transforma-se em um diferencial competitivo que seu concorrente não terá.

Perder colaboradores: crise externa ou interna?

O cenário econômico costuma ser um importante termômetro do preparo das empresas e dos colaboradores. Infelizmente, a redução de equipes ainda é uma das táticas mais adotadas quando o cenário não é tão positivo. E poucas empresas optam por reter colaboradores.

Afinal, a folha de pagamento representa um grande percentual dos custos fixos e enxugá-la pode parecer a única saída a curto prazo. Mas nem sempre parece ser a melhor a médio e a longo prazo.

E, dependendo da maneira que ocorre, pode gerar mais gastos não mensurados anteriormente. Por isso, é fundamental rever essa estratégia.

Claro que fatores externos nem sempre tornam fácil a sobrevivência das empresas. Mas eles podem se desdobrar em uma crise interna da organização, especialmente quando não há uma preocupação em desenvolver os colaboradores. A velocidade cada vez mais rápida das transformações do mercado aumenta a necessidade de mudanças estratégicas em tudo que se refere aos colaboradores.

Em resumo, independente do cenário econômico, é fundamental compreender que o desenvolvimento de pessoas significa cuidar do seu principal ativo. Isso possibilita êxitos individuais e coletivos.

Desenvolvimento de pessoas: quais os reflexos mais evidentes na empresa?

Existem duas maneiras de enxergar as pessoas dentro do ambiente organizacional: como recursos ou parceiras.

Ver o capital humano como recurso é bastante comum nas organizações que colocam os processos à frente das pessoas. A cultura da empresa, portanto, torna-se distante das necessidades dos colaboradores.

Já nas organizações que enxergam profissionais como pessoas e parceiras, é possível enxergar uma sintonia muito espontânea entre os colaboradores e a cultura da companhia.

Essa cultura reproduz programas especiais internos que tornam os parceiros não apenas mais capacitados, mas os aproxima dos propósitos organizacionais. A consequência disso é o fortalecimento da empresa em qualquer cenário.

Uma equipe treinada e capacitada está sempre pronta para resolver problemas e encontrar as melhores soluções. É ela que torna a organização mais crescente e impactante no mercado em que atua.

Esses são os benefícios que sua empresa pode conquistar:

Entrosamento

Mais capacitados, esses colaboradores estarão nivelados de tal forma que isso facilitará a comunicação entre todos e a execução de tarefas.

Iniciativa

Com mais conhecimento, os profissionais se tornam confiantes para tomar decisões e participar das estratégias da empresa.

Alta produtividade

Treinamentos podem tornar mais ágil a realização das tarefas e otimizar processos que antes eram morosos.

Valorização

Programas de educação corporativa, capacitação e treinamentos colocam o colaborador no centro de um conjunto de ações organizadas pela empresa — fazendo com que eles se sintam mais valorizados e motivados.

Baixa rotatividade

Já que são valorizados e vistos como parceiros estratégicos, os colaboradores se sentirão mais seguros em sua companhia e com o desejo de crescer dentro dela. Desse modo, cai o índice de rotatividade.

Custo de um treinamento: mais caro do que demitir?

A lógica é a mesma que você usa para o relacionamento com os clientes da sua empresa. Custa menos reter colaboradores do que demitir e contratar novos.

Um dos principais motivos que levam qualquer gestor a considerar a hipótese de demitir colaboradores e contratar outros é o baixo desempenho. No entanto, antes de dispensar alguém, é necessário saber o que está por trás disso.

Alguns possíveis motivos:

  • pouca valorização;
  • falta de preparo para executar determinadas tarefas;
  • gargalos nos processos;
  • falhas na comunicação;
  • pouca iniciativa e baixo entrosamento entre equipes.

Os problemas mencionados acima não são exclusividade de sua empresa e podem começar a ser resolvidos com um programa de educação corporativa que dê aos colaboradores senso de protagonismo e pertencimento.

Antes de apostar em uma iminente demissão, que envolve custos como encargos, 13º salário, férias, multas e outros, investir em treinamentos que aumentam a eficiência pode ser uma boa estratégia.

Promover o conhecimento dá aos colaboradores a oportunidade de se desenvolverem e de investirem na organização. Ao mesmo tempo, diminui o desgaste da desmotivação no ambiente de trabalho e reduz o turnover.

O investimento em um treinamento é consideravelmente menor que o custo de uma demissão — sendo que mais profissionais podem ser impactados positivamente com um programa de capacitação.

Treinamentos para reter colaboradores: por que são essenciais para a sua empresa?

CFO: e se investirmos em treinamento e eles saírem?
CEO: e se não investirmos e eles ficarem?

Reter colaboradores por meio de treinamentos e outras ações de educação corporativa possibilita que a empresa se sustente enquanto atravessa uma crise. A estratégia reduz o número de erros nas operações, aumenta a qualidade da entrega. Além de motivar o crescimento dos resultados e diminui custos operacionais.

E mais: possibilita também identificar quais são dedicados e necessitam de reconhecimento, e quais estão perdidos e desmotivados na empresa e sem saber qual direção seguir. Isso porque um treinamento não objetiva apenas a capacitação, retenção, mas também ajuda na avaliação de performance.

Para o colaborador que já está motivado, o treinamento oferece a possibilidade de maximizar o seu potencial, ajudando-o a direcionar melhor o seu talento com consistência e excelência.

Para o colaborador que tem perdido eficiência, o treinamento pode oferecer ferramentas para reduzir a ociosidade e a procrastinação, e aumentar o engajamento e motivação.

Pode-se entender, enfim, que um programa de retenção é um conjunto de ações que facilita a percepção do colaborador sobre o seu papel para tornar a empresa sustentável em quaisquer cenários.

Ficou mais interessado no assunto? Assine a nossa newsletter abaixo e receba conteúdos exclusivos sobre engajamento de colaboradores em seu e-mail.

2019-08-08T15:46:45-03:00junho 27th, 2019|Educação Corporativa|0 Comentários

Deixar Um Comentário