>>>Storytelling para colaborador: como fortalecer a relação entre sua equipe e a empresa

Storytelling para colaborador: como fortalecer a relação entre sua equipe e a empresa

Sua empresa conhece o potencial do storytelling para colaborador?

O storytelling é a forma mais comum e encantadora de se transmitir uma mensagem, ampliar conhecimento e gerar conexão entre as pessoas. Por isso, essa ferramenta vem sendo utilizada por diversas empresas em suas estratégias de gestão.

No entanto, dados da Associação Brasileira de Treinamento e Desenvolvimento (ABTD) mostram que 45% dos executivos desconhecem as aplicações de storytelling nas organizações.

Para conhecê-las, continue a leitura e saiba como o storytelling contribui positivamente para fortalecer a sua cultura organizacional e, principalmente, a relação empresa-colaborador.

Quem são os protagonistas da sua empresa?

Na pressão para melhorar os resultados, muitas empresas direcionam todos os seus esforços para o público externo. Elas investem milhões de reais em propagandas e promoções para conquistar os consumidores.

Não há nada de errado em fazer isso, mas uma organização jamais deve esquecer quem são os seus verdadeiros protagonistas: os colaboradores.

Eles formam o capital humano de uma empresa, ou seja, um conjunto de atributos comportamentais e técnicos que contribui com os resultados obtidos. Sem essas pessoas, os negócios não existiriam.

Por isso, faz-se necessário envolvê-las com as estratégias e ações da organização.

Mas como isso pode ser feito? A resposta está no storytelling para colaborador!

Por que utilizar o storytelling para colaborador?

O storytelling é a arte de contar histórias usando técnicas de narrativa inspiradas em escritores e roteiristas para transmitir mensagens de forma única e inesquecível. Contudo, infelizmente, muitas empresas ainda apostam no modelo tradicional de comunicação.

Apresentações e treinamentos extensos e monótonos não ficam na memória das pessoas, pois não são marcantes. E para assimilar bem uma mensagem, necessitamos de histórias que nos movem e sensibilizam.

Já as formalidades excessivas, por exemplo, transmitem frieza e podem distanciar os colaboradores — em vez de aproximá-los. De certa forma, isso impacta negativamente no papel da comunicação.

O ser humano conta histórias desde os tempos mais remotos, por isso, não é novidade. Mas, hoje, o storytelling consegue levar inovação para o ambiente de trabalho e gerar engajamento, interesse e conexões reais.

Grandes lições aprendidas no mundo corporativo vieram acompanhadas de uma boa história. Basta olhar para as carreiras dos grandes empreendedores ou atletas! Histórias de superação nos impactam profundamente porque geram empatia.

Mas no contexto corporativo, a narrativa é como uma forma de organizar informações relevantes e oferecer um aprendizado bem estruturado.

O storytelling para colaborador pode ser utilizado nos seguintes aspectos:

  • Modelar e transformar a cultura organizacional.
  • Despertar atenção para um assunto importante.
  • Facilitar a comunicação interna.
  • Treinar e capacitar colaboradores.
  • Ilustrar princípios éticos e os objetivos da companhia.
  • Criar e reforçar conexões emocionais.
  • Incentivar a produtividade.
  • Consolidar sua marca empregadora.

Em que ferramentas o storytelling pode ser aplicado?

E-learning

Modalidade de educação oferecida por meios de comunicação e tecnologia, o e-learning oferece treinamentos completos a qualquer hora e em todo lugar — basta conexão com a internet.

No entanto, esse método de aprendizagem não precisa ser monótono ou infantilizado. Histórias, muitas vezes baseadas em fatos reais ocorridos na companhia, podem servir de exemplos e ser utilizadas para ilustrar o que será ensinado — criando e fortalecendo laços a partir da empatia gerada pela compreensão de uma situação.

Além do storytelling, que cria uma narrativa que facilita a assimilação de qualquer conteúdo, é possível utilizar técnicas de gamification e interatividade.

Treinamento multimídia com vídeos e animações

Transmitir uma mensagem por meio de um vídeo explicativo pode ser mais eficaz do que apresentar dados em um slide ou e-mail.

Imagens em movimento ajudam o colaborador a usar, ao mesmo tempo, seu lado racional e emocional. A partir disso, as emoções ativam processos internos que auxiliam na aprendizagem e compreensão da mensagem.

A ativação das emoções transforma a experiência de aprendizado e faz com que o colaborador tenha mais disposição para assimilar o que sua empresa está dizendo.

Também faz parte do storytelling a utilização de uma linguagem próxima e cativante, sem excessos. Por isso, o conteúdo deve ser mesclado com um tom leve e familiar, adequado ao público-alvo, tornando agradável o que é dito para quem está escutando.

Jogos e simulações

O dia a dia de qualquer organização envolve diversos tipos de relacionamento. Com os fornecedores, por exemplo, é necessário saber negociar. Porém, como os seus colaboradores lidam com as adversidades?

Mais uma vez o storytelling para colaborador ganha vez e espaço: nos jogos e simulações. Por meio deles, você consegue simular situações diferentes, criar competições saudáveis e ver como cada profissional se comporta ao aprender se divertindo.

Essa é uma maneira muito eficiente de melhorar competências comportamentais, identificar potenciais líderes e melhorar o processo de comunicação entre as pessoas em diversas áreas da companhia.

Quais são as vantagens do storytelling para colaborador?

Novidade para os colaboradores

Ambientes e treinamentos corporativos costumam ser engessados. Quando você utiliza o storytelling para se comunicar com os colaboradores, isso se transforma em um fator surpresa capaz de prender a atenção deles.

Fácil de aplicar em suas mensagens

O storytelling só precisa de uma boa narrativa, um ótimo contador e um meio para transmissão. Isso é suficiente para encantar os profissionais de sua equipe e envolvê-los em um aprendizado verdadeiramente prazeroso.

Efeito parecido com o de uma experiência

Não precisamos enfrentar todo tipo de experiência para aprender. Entretanto, uma boa história consegue nos colocar no lugar de outra pessoa e fazer com que tenhamos uma percepção realista, como se já tivéssemos vivido aquilo.

Acessa funções cognitivas e afetivas

Processos interativos permitem que o conhecimento seja assimilado e construído. E quando eles conseguem acessar funções cognitivas e afetivas, torna-se capaz de internalizar a mensagem e despertar mais engajamento.

Conclusão

Como deu para perceber, o storytelling também pode ser usado no dia a dia do negócio — desde um simples comunicado por e-mail até a forma de dar um feedback. E, agora que já conhece o potencial dessa técnica de narrativa para o seu colaborador, pode se preparar para aplicá-la em diversas ferramentas e para inúmeros objetivos.

Conte com o apoio de quem entende de storytelling para empresas. Fale com a Target Multimídia e conheça nossas soluções de aprendizagem personalizada!

2019-06-05T21:45:09+00:00junho 4th, 2019|E-learning|0 Comentários

Deixar Um Comentário