>>>Videoaulas para treinamento corporativo: descubra o formato ideal

Videoaulas para treinamento corporativo: descubra o formato ideal

A utilização de videoaulas é muito eficaz no ambiente de aprendizagem. Uma vantagem interessante é que elas podem ser facilmente combinadas com outras formas de aprendizado digital, como fóruns de discussão on-line ou videoconferências.

Também funcionam como instrumentos complementares poderosos em apresentações presenciais, debates, ou na modalidade Blended Learning. A possibilidade de apresentar vídeos com “problemáticas” cujas resoluções podem ser definidas pelos próprios colaboradores contribui como um estímulo para aumentar o engajamento.

Videoaulas são ferramentas versáteis. Além de se associarem e complementarem bem diversos métodos de ensino, podem servir a objetivos bem diferentes. E para cada um deles, são indicados formatos distintos.

Escolher o tipo certo de videoaula é um desafio à parte – tão importante quanto desenvolver um bom roteiro. É claro que o conteúdo deve ser bom, mas é fundamental que os recursos de vídeo sejam adequados aos objetivos da aprendizagem.

Pensando nisso, separamos aqui 5 dicas para usar videoaulas no seu treinamento corporativo:

1. Escolha do Formato

Animação, cenas ao vivo, apresentador em estúdio, ou mesmo um passo a passo com ilustrações. A natureza das informações que devem ser passadas apontará os recursos mais indicados.

Também devem ser consideradas as características dos colaboradores que serão treinados. Entender seus hábitos, desafios e potencialidades ajuda muito a entender como usufruir melhor das possibilidades audiovisuais.

Em treinamentos de Segurança, por exemplo, as simulações reais em campo, com cenas captadas com os próprios colaboradores, são muito eficientes. Nada melhor que a oportunidade de ver na prática, e em segurança, como uma atividade que envolve riscos deve ser realizada.

Confira o post com 9 dicas para utilizar EAD na Educação em Segurança do Trabalho.

Já para conteúdos de integração, ou regras para circulação de visitantes, por exemplo, videoaulas com animações de personagens, acompanhadas por áudios estimulantes (locuções, trilhas e efeitos), costumam atender muito bem.

Videoaulas para treinamento corporativo

 

2. Criação do Roteiro

É importante criar um roteiro colaborativo, envolvendo as equipes da sua empresa e do fornecedor do treinamento. A colaboração de especialistas internos é fundamental. Afinal, videoaulas devem refletir a identidade e os reais desafios do negócio.

Procure fazer um brainstorm com todos os envolvidos para levantar novas ideias, capazes de transmitir o conteúdo de forma leve. Aproveite os recursos visuais e sonoros para tornar conceitos complexos mais simples. Nessa hora o fornecedor deve te ajudar muito.

Pense também sobre os tempos de cada uma das videoaulas. Exageros na duração e volume de informação podem comprometer materiais ótimos. Caso o conteúdo seja muito extenso, vale estudar uma estruturação em capítulos, ou módulos.

Videoaulas para educação corporativa

 

3. Contextualizações

Videoaulas permitem entender a realidade sem necessariamente vivenciá-la. Por isso, independente dos recursos que serão escolhidos, é importante trabalhar com cenários reais – e familiares.

Mesmo no caso de animações, recriar os locais de referência e processos da forma mais próxima possível faz a diferença. Cuidados com a identidade visual da empresa, como cores, fontes e tom das narrativas adequado ao público alvo, também são fundamentais.

Videoaulas para treinamento corporativo

Isso se aplica igualmente às videoaulas que utilizam, por exemplo, gravações em estúdio, com apresentadores ou atores. O profissional escolhido, assim como suas falas elaboradas no roteiro, devem estar alinhados à linguagem do público, proporcionando empatia e sentimento de representatividade.

 

4. Uso de Textos

A maioria das videoaulas usam textos (letterings) para reforçar informações – e garantir a atenção dos colaboradores aos pontos mais relevantes do treinamento.

Mas também é possível utilizar textos bem curtos ou palavras chaves para fornecer informações adicionais. Por exemplo, ao criar um vídeo sobre valores organizacionais, podemos complementar o reflexo de um “valor”, apenas com o uso de palavras como “agilidade”, associado a um conceito de “qualidade”. Assim passamos uma mensagem mais completa com recursos que se somam.

Por outro lado, tenha cuidado com textos diferentes do que diz a fala. Mesmo que sejam informações complementares, isso pode confundir bastante a cabeça de quem está assistindo, que não saberá se presta atenção no que está lendo ou ouvindo.

Evite a leitura de tópicos como se estivesse apresentando um PowerPoint cheio de marcadores em um treinamento presencial daqueles bem monótonos.

Videoaulas - Educação Corporativa

 

5. Uso de gráficos

As ilustrações são sempre muito bem vindas em videoaulas. Mesmo materiais que não são animações podem incluir gráficos ao longo do aprendizado.

Tanto em vídeos com recursos de gravação em estúdio, quanto em campo, é possível trabalhar com animações complementares.

Elas podem aparecer sobre, ou ao lado das cenas, dando vida a algum conceito teórico que está sendo explicado. Ou então, surgirem entre cenas de atividades reais, sem a presença de outros elementos, para apresentar alguma informação mais detalhada, difícil de ser representada com imagens em campo.

Videoaulas para Educação Corporativa

 

O aprendizado baseado em vídeo é muito popular na aprendizagem digital. E as possibilidades para treinamentos corporativos extrapolam esse texto. São muitos os pontos que podem contribuir para o sucesso de um projeto envolvendo videoaulas.

Se você quer saber mais sobre essa ferramenta de ensino, ou tem alguma contribuição a fazer, que tal deixar um comentário? Teremos prazer em trocar informações com você 🙂 Temos vários cases de integração de novos empregados ou mesmo aulas descontraídas de assuntos mais específicos. Caso tenha interesse em receber outros conteúdos da Target, aproveite para assinar a nossa Newsletter!

Fonte de pesquisa: eLearning Industry

2018-06-25T09:53:57+00:00 junho 20th, 2018|E-learning|0 Comentários

Deixar Um Comentário